Móveis coloniais de Acaju

 

Depois de 18 anos de carreira, o grupo comunicou em sua página internet que faria uma pausa nas atividades por tempo indeterminado. A banda surgiu em Brasília, no ano de 1998 com variadas influências, mas principalmente o pop rock (ou como eles gostavam de dizer, em termos gastronômicos, seu som era uma feijoada búlgara, devido as referências do leste europeu). O criativo nome é uma referência a um ficcional conflito entre índios, portugueses contra os ingleses na Ilha do Bananal.

Lançaram três álbuns, sendo o último, eletrônico e gratuito. C_mpl_te (Complete), lançado pela gravadora Trama.

Com um vocal poderoso, qualidade sonora inquestionável, Móveis Coloniais de Acaju foi uma banda que não apenas ocupou espaço na arte underground: este grupo performático foi muito mais do que isso. Eles realmente foram originais. Ofereceram água fresca por muitos anos em um cenário de releituras, sons sampleados e conveniências comerciais.

Um de seus CD´s  vendeu duas mil cópias nos dez primeiros dias do lançamento, e isso aconteceu em um momento de transição do disco físico para o streaming da música digital.

André Gonzales, o vocalista dizia que “Quando você não se encaixa no lugar comum, precisa criar um mercado próprio”.

gallery/1e7f2c20323b39a4aa8f7b4b4938b0c7