Contracultura no mundo

 

Podemos considerar Beatles, James Jean, Marlon Brando, e muitas outras formas de contestação como contracultura.

 

Marcel Duchamp expos um urinol, uma roda de bicicleta sobre um banco para fazer as pessoas refletirem sobre o valor da arte. Piero Manzano enlatou as próprias fezes e saiu vendendo sua "arte conceitual" nas galerias. Há pouco tempo, a lata de número 69 foi leiloada por 275 mil euros.

 

Aqui, consideramos Todo tipo de contestação como um ato de contracultura. Toda novidade que não esteja vinculada a nenhum estilo. Todo ato de vanguarda. Sejam bem vindos a este maravilhoso garimpo de originalidades.